sábado, 31 de março de 2012

funny-kiss-fans

NO MORE HEROES # 53

february08
Levado pelos vocais versáteis e atordoantes de King Diamond, o quinteto dinamarquês usava escalas arcaicas de guitarra, riffs galopantes e pegajosos, rítmicos para construir uma atmosfera sombria de músicas nebulosas, cujo tema era sempre o sobrenatural. Cada faixa de Melissa - incluindo "Evil", "Curse Of The Pharaos" e "Satan's Fall" - convidava os ouvintes para destinos de outro mundo em uma carruagem levada por um cavalo negro, lançando um feitiço incomparável em termos de emoção e misticismo.
(Ian Christe)
Morbid Angel - Visions From The Dark Side
Morbid Angel - Bleed For The Devil
Abutre - Rock, Rock, Rock
Performances - Viajante Perdido
Flotsam and Jetsam - I Live You Die
Flotsam and Jetsam - P.A.A.B.
Judas Priest - Night Crawler
Judas Priest - One Shot a Glory
Pretty Maids - Night Danger
Pretty Maids - Queen Of Dreams
Steve Vai - I Would Love To
Steve Vai - Greasy Kid's Stuff
Warrant - Nuns Have No Fun
Warrant - Betrayer
no rádio:

baixe: http://www.divshare.com/download/15003171-7fe
O próximo No More Heroes continua em Janeiro de 2012. Nos vemos no mês que vem.

GALANTEIO

zz58

ARTE DA CAPA – SOFIA ZAMOLO

 

h729l4jtr9579247 k3682o3grqj6jq3 0xmauc8tzmzuztzu 3yz8e6kbnv1hh1b 5m6svdd94bvas6da 5r5crzlp7o9wr5co 7ad1vku8dt6sv1u7 658b38o213cvo818 870n49z32eyi4nz8 ahqzj2461i2d421q bqg3nnajjhzojah3 dizshg2nrvtpvrpg f0j3q31v08qn3qv0 yx4r1e36fy4m4x14 ka7eewt50th9tw07 kjzptp5deg13tp5k ky8st9igrexxxxg mf4lm420scjkfmlc n4gbb9qatc71bg91 q9g4agszc7srgaz9 qbzbjvyt4s38zbj3 rzlwn9n2p2052p59 ujr1aw921r84128a uwh3xrva5kpwavk3 wpkf1nrzq520zr5f

RCD # 88

 

By HANS POKORA

4001 Record Collector Dreams_0001  

4001 Record Collector Dreams_0002

UNITED KINGDOM

4001 Record Collector Dreams_0003

(continua)

sexta-feira, 30 de março de 2012

quinta-feira, 29 de março de 2012

COM LICENÇA POÉTICA

Quando nasci um anjo esbelto,
desses que tocam trombeta, anunciou:
vai carregar bandeira.
Cargo muito pesado pra mulher,
esta espécie ainda envergonhada.
Aceito os subterfúgios que me cabem,
sem precisar mentir.
Não sou tão feia que não possa casar,
acho o Rio de Janeiro uma beleza e
ora sim, ora não, creio em parto sem dor.
Mas o que sinto escrevo. Cumpro a sina.
Inauguro linhagens, fundo reinos
-- dor não é amargura.
Minha tristeza não tem pedigree,
já a minha vontade de alegria,
sua raiz vai ao meu mil avô.
Vai ser coxo na vida é maldição pra homem.
Mulher é desdobrável. Eu sou.

ADÉLIA PRADO

ARTE DA CAPA – MIA FARROW

 

ek34bxkoynzuxbok ekondu9oe598ken5 f01jdjjc3tbhjdc0 ftpiu8ics04444c ftpj99h3lme43hmj beijzb118e57e87b bw6ovck2kexssx2 wdl8bz5k052qk558 wdl9taf7jvjdj7jt xx1zesznzuijxxzu zpgp5yqykjbtztgk ftpk2p1bvfgltfkf ftpkkk5db65q5kbp ftpmbwuok47nko7b